No Periferia em Movimento

Uma senhora cheia de memórias sobre o interior de São Paulo. Uma menina que se orgulha de seu cabelo black-power. Uma mulher que voltou a estudar depois dos 50 anos e uma arte-educadora que dribla o tempo para conciliar maternidade e sua vida pessoal. Todas elas unidas por uma mesma geografia: a periferia da cidade de São Paulo.

E nesta quarta-feira (8 de março), quando celebra-se o Dia Internacional da Mulher, todas elas estarão na tela do cinema da Galeria Olido, no centro da cidade, quando o coletivo Nós, mulheres da periferia estreia o documentário “Nós, Carolinas”. Após o lançamento, o curta entra em circuito durante o mês de março em diferentes regiões do município.

Durante a exibição do vídeo, o público transita entre bairros e experiências de vidas relatadas em primeira pessoa. Racismo, solidão, maternidade e a busca da autoestima são alguns dos temas levantados sobre as condições de ser mulher, negra e periférica.

Após a pré-estreia, o Coletivo Nós mulheres da periferia realizará um circuito de exibição do documentário em diferentes regiões da cidade, incluindo Cidade Tiradentes e Guaianases, na zona Leste, Parque Santo Antônio, na zona Sul; Jova Rural, zona Norte; e Perus, região Noroeste – os bairros das protagonistas Carolina Augusta, Joana Ferreira, Renata Ellen Soares e Tarcila Pinheiro.

Clique aqui e confira o texto completo no Periferia em Movimento

 

Anotaí!

Lançamento do documentário “Nós, Carolinas”

Quando? Quarta-feira, 08 de março, às 19h

Onde? Galeria Olido  – Av. São João, 473 – Centro de São Paulo

 

Circuito de exibições:

11/3 – Centro de Formação Cultural da Cidade Tiradentes – Cidade Tiradentes;

16/3 – CIEJA Campo Limpo – Parque Santo Antônio;

18/3 –  Biblioteca Cora Coralina – Guaianases;

24/3 – Biblioteca Padre José de Anchieta – Perus.

Para mais informações: contato@nosmulheresdaperiferia.com.br